QUEM SOU EU...


"Ninguém pode calar dentro em mim esta chama que não vai passar, é mais forte que eu e não quero dela me afastar....



Eu não posso explicar quando foi e nem quando ela veio, mas só digo o que penso, só faço o que gosto e aquilo em que creio..."(Maysa)



Com as outras dores fazem-se versos...com as que doem,grita-se! (Fernando Pessoa)













Quem "grita" como eu......

NITERÓI, LUGAR ENCANTADO!!!

NITERÓI, LUGAR ENCANTADO!!!
Luar dando espetáculo na praia da Boa Viagem!"

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Pelas noites vazias...


Séria dificuldade:
viver!

Admitir as imperfeições,
admitir que não sou perfeito.
Admitir que amo outras pessoas,
admitir esse amor.
Contentar-me com o dia-a-dia,
ter ilusões,sonhar,
acordar,dormir,sonhar de novo.
Olhar,não ver,olhar e ver,
ser olhado,olhando...
Continuar,esperar o outro dia,
quando chegar,continuar esperando.

Falar,calar,castrar!
Calar falando,falando o quê?
Acreditar é preciso...precisar ser preciso.
O que é mesmo que eu preciso?
Ficar junto,estar só.
Estar só e ficar junto,juntar.
Aprender a escutar o som.
Silenciar não é calar,é não falar.
Falar,falar sem parar é não ouvir o som:
silêncio!ouçam o som do silencioso...

Viver...
infindáveis descobertas em tão pouco tempo,
sobre o tempo,então,melhor nem pensar...

Orlando Tamburro,postado por Sonia Regina

Persistir...sempre!


Persistência:essa é a nossa força!Não permitamos que o desânimo se instale em nossa alma.Não façamos caso dos infelizes que não apreciam nosso jeito de ser porque os faz lembrar do quanto são pequenos.Mas,o cansaço existe e é natural pois,às vezes,esquecemos que temos um corpo que precisa de alimento e descanso.Nosso espírito,porém,não se cansa nunca.

Procuremos descansar físicamente e deixemos nosso espírito livre ir buscar as respostas e socorros que precisamos.

Os que nos oprimem não o farão por muito tempo se decidirmos que o tempo deles terminou.

Tenhamos fé!Olhemos para o futuro visualizando apenas alegrias e as belezas das paisagens que almejarmos alcançar.

Tranquilidade é a palavra e bênçãos para os queridos que nos aquecem o coração,sempre rogando à Força Maior que esse calor perdure e que os que o desejem arrefecer sejam de nós afastados.

Sonia Regina,01/10/1996