QUEM SOU EU...


"Ninguém pode calar dentro em mim esta chama que não vai passar, é mais forte que eu e não quero dela me afastar....



Eu não posso explicar quando foi e nem quando ela veio, mas só digo o que penso, só faço o que gosto e aquilo em que creio..."(Maysa)



Com as outras dores fazem-se versos...com as que doem,grita-se! (Fernando Pessoa)













Quem "grita" como eu......

NITERÓI, LUGAR ENCANTADO!!!

NITERÓI, LUGAR ENCANTADO!!!
Luar dando espetáculo na praia da Boa Viagem!"

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

LETRAS



Letras, frases e palavras me encantam. Quando se juntam, algumas letras, harmonizam-se de tal modo que é saboroso pronunciá-las e uma arte escrevê-las.

Há as que evocam emoções jamais experimentadas, as que nos trazem sentimentos vividos e as que servem de alavanca para o cérebro acelerar-se em busca de futuros cobiçados.

Palavras nos estimulam, nos fazem sonhar, nos levam aonde desejarmos.Que sejam palavras escritas, jamais faladas, pois essas se vão, se perdem no momento exato em que são proferidas, falseiam, mentem.

Gosto de listar palavras bonitas e, quando me canso do ato mecânico de escrever, admiro as letras onde coloco todo o meu capricho como se elaborasse uma obra de arte.

Gosto de trabalhar com letras e palavras escritas e me encanta o modo como conseguem expressar meus pensamentos, o que não consigo quando os apresento falando. Atuam como arma registrando os melhores e os piores "sentires e pensares".

Quem as usa, escrevendo sempre, dispensa analista, massagista,terapeutas de qualquer espécie...Palavras escritas, tesouro e arma maior que possuo: meu namorado, meu amor, meu amigo, meu confessor, meu médico.

Guardam todos os meus segredos, emoções, alegrias e tristezas. Com elas posso dizer tudo que me chegue ao pensamento e tudo que magoe o coração. Palavras escritas levam-me a viagens, onde quer que meu sentimento ordene. Viajo sem passaporte, sem dinheiro, sem cansaço.

Encontro pessoas e as crio como desejo, com personalidades que me agradem. Palavras, meu vício maior, com elas liberto-me de outros vícios menores. Abençoadas letras, formando palavras e abençoados aqueles que me guiaram em seu uso!

Sonia Regina/1999