QUEM SOU EU...


"Ninguém pode calar dentro em mim esta chama que não vai passar, é mais forte que eu e não quero dela me afastar....



Eu não posso explicar quando foi e nem quando ela veio, mas só digo o que penso, só faço o que gosto e aquilo em que creio..."(Maysa)



Com as outras dores fazem-se versos...com as que doem,grita-se! (Fernando Pessoa)













Quem "grita" como eu......

NITERÓI, LUGAR ENCANTADO!!!

NITERÓI, LUGAR ENCANTADO!!!
Luar dando espetáculo na praia da Boa Viagem!"

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Jabuticabas


Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para frente do que já vivi até agora. Sinto-me como aquele menino que ganhou uma bacia de jabuticabas. As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.

Já não tenho tempo para lidar com mediocridades. Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados. Não tolero gabolices. Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para projetos megalomaníacos. Não quero que me convidem para eventos de um fim-de-semana com a proposta de abalar o milênio.

Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturas. Não quero ver os ponteiros do relógio avançando em reuniões de “confrontação”, onde “tiramos fatos a limpo”. Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário do coral.

Já não tenho tempo para debater vírgulas, detalhes gramaticais sutis, ou sobre as diferentes traduções da Bíblia. Não quero ficar explicando porque gosto da Nova Versão Internacional das Escrituras, só porque há um grupo que a considera herética. Minha resposta será curta e delicada: - Gosto, e ponto final!Lembrei-me agora de Mário de Andrade que afirmou: “As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos”.

Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos.
Já não tenho tempo para ficar explicando aos medianos se estou ou não perdendo a fé porque admiro a poesia do Chico Buarque e do Vinicius de Moraes; a voz da Maria Bethânia; os livros de Machado de Assis, Thomas Mann, Ernest Hemingway e José Lins do Rego.

Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita para a “última hora”; não foge de sua mortalidade, defende a dignidade dos marginalizados, e deseja andar humildemente com Deus.
Caminhar perto delas nunca será perda de tempo.
O essencial faz a vida valer a pena.
E para mim, basta o essencial!

Ricardo Gondim,postado por Sonia Regina.

10 comentários:

Olavo disse...

Olá boa noite!!
este texto é simplismente maravilhoso...também me sinto assim..olhando a minha bacia de jabuticaba se esvaziar..e contando sempre o tempo que me falta..

Pegue o selinho sim no blog..fique a vontade nele.´.ele é nosso..

Obrigado pelo comentario..
grande beijo

Viviana disse...

Sónia querida,

Comecei a ler o seu post e consoante ia entendendo a mensagem, ia dizendo para mim:

Mas é isto que eu costumo dizer aos meus amigos e família!

Isto tudo, tal qual está aqui!
Ponto por ponto!

Como é possível o autor expressar tão perfeitamente o meu sentir!?

Sendo assim, já somos dois!...

E talvez três... com a Sónia.

Minha querida,

Temos mesmo poucas jabuticabas no prato!...

Temos que saboreá-las e aproveità-las muito bem!

E, sabe uma coisa?

Eu, Viviana, tenho muio menos que a Sónia!

Um beijo, amiga linda.
Obrigada por este post maravilhoso.

durma bem.

Viviana

Pelos caminhos da vida. disse...

Nossa amiga que lindo.

As jabuticabas da minha bacia estão indo embora uma a uma.

Um otimo dia para vc e,obrigada pelas visitas.

bjs.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Amigo Olavo!Não deveríamos ter essa informação sobre otempo,talvez a pressa fosse menor ou quem sabe o deperdício também...

Obrigada pelo selinho,no meu blog existe um,também,sobre Síndrome de Down.Se gostar,pegue.

Um beijo,com carinho,Sonia Regina.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Olá Viviana!Encontrei este post quando procurava imagens para uma outra postagem e me encantei.

Você tem razão,mesmo que não queiramos é um pensamento,sempre,presente.

Então vamos saborear cada carocinho...

Beijos,amiga,Sonia Regina.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Oi,Ana!Nossas bacias vão se esvaziando aos poucos e a gente,até sabe,mas não sente,sentimo-nos eternas.

Beijos e obrigada pela presença de todo dia,Sonia Regina.

Jucemir disse...

Quisera eu fosse um espírito precoce e não tivesse desperdiçado tempo e esforço alimentando minha vaidade em debates vazios.
Demorei a aprender tal lição.

Abraço carinhoso.

Jucemir

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Amigo Jucemir!Suas visitas,sempre,me agradam muito.Melhor não nos lembrarmos dos debates vazios e nos determos naqueles que nos engrandeceram...e pesar bem no que vale a pena,de verdade.

Um beijo com carinho,Sonia Regina.

Heloísa disse...

Sonia,
Estou conhecendo hoje o seu blog. Vim lendo, post a post, até o fim da primeira página, e encontrei esse texto lindo e que tem tanto a ver com o momento que estou vivendo.
Como é importante saber dar valor ao tempo.
Parabéns pelo blog e, se puder, apareça para visitar os meus.
Beijo

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Heloísa,obrigada pela visita e por ler meus posts.Com certeza vou visitá-la!

Um beijo carinhoso,Sonia Regina.