QUEM SOU EU...


"Ninguém pode calar dentro em mim esta chama que não vai passar, é mais forte que eu e não quero dela me afastar....



Eu não posso explicar quando foi e nem quando ela veio, mas só digo o que penso, só faço o que gosto e aquilo em que creio..."(Maysa)



Com as outras dores fazem-se versos...com as que doem,grita-se! (Fernando Pessoa)













Quem "grita" como eu......

NITERÓI, LUGAR ENCANTADO!!!

NITERÓI, LUGAR ENCANTADO!!!
Luar dando espetáculo na praia da Boa Viagem!"

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Quisera


Quisera ter tido um homem.
Homem de pedras,
tijolos, cimento, mármore,
madeira e, porque não?
floreiras e flores.

Quisera ter conhecido
um homem
com alma
de valer a pena
construir um sonho,
vê-lo crescer,
transformar-se em realidade.

Quisera um homem
a quem pudesse
indagar, obtivesse respostas
e confiasse nelas.

Quisera um homem
de fala mansa,
sorriso largo,
preocupações saudáveis
no olhar
e sangue de verdade nas veias
e alma de poeta
e toque de escultor.

Quisera um homem,
um ser com sonhos
mesmo patéticos
a realizar...

Deus não quis,
não permitiu
e me transformei
em ser teimoso
que sonha feminino
e age como o ser
que eu, um dia,
quisera ter.


Sonia Regina, 21/05/1999

4 comentários:

Angela Guedes disse...

Querida amiga,

Amei seu poema "Quisera",como seria bom ter um homem que pudesse ter todas estas qualidades,
espalhando amor e carinho, a vida seria bem melhor...
PARABÉNS Sonia.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Passamos a vida acreditando em príncipes em cavalos brancos e o mínimo que fazem é nos atropelarem com esses cavalos,rsrsrs!!!Obrigada por seus comentários,um beijo,Sonia Regina.

neli araujo disse...

Soninha linda!

Que poema mais lindo que você escreveu, amiga!

Como hoje não tenho aulas, então estou aproveitando para visitar meus amigos com mais calma.

Lindo teu blog, linda!

beijo no coração,

Neli

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Amiga Neli!Fico comovida com os comentários de vocês.Muito bom este contato e obrigada por gostar de meu poema.

Muitos beijos,Sonia Regina.